18 fevereiro 2014

Alemanha - Berlim

Uma temporada inesquecível na capital da Alemanha!

Seja através de amigos que já tiveram a oportunidade de conhecer essa cidade, seja por toda a história que já estudamos sobre a capital da Alemanha, Berlim era, definitivamente, um dos lugares que eu estava mais ansiosa pra conhecer! Eu já tinha tido uma boa amostra de Alemanha até aqui e tinha ficado claro pra mim o quão incríveis esse país e seu povo são...tantas histórias de conquistas e derrotas, batalhas, guerras mundiais, destruição...reconstrução...superação! Acho que tudo na Alemanha, e mais ainda em sua capital, nos remete a uma sensação de constante superação, um sentimento de que nada vem fácil na vida, vc precisa lutar pra alcançar seus objetivos e se manter fiel a seus princípios... A Berlim que eu conheci é tudo isso e muito mais: arte, cultura, festas, organização, conhecimento, tradição, história, história e mais história diante dos seus olhos! Se é possível gostar mais da Alemanha do que eu já gostava, a culpa é toda de Berlim, essa cidade do mundo e pro mundo que agrada pessoas dos mais diversos perfis, contanto que essas pessoas gostem de VIDA! Bem vindos à incrível capital da Alemanha!


Ficha Técnica de Berlim:
Quando fomos pra lá: dia 28 de dezembro de 2013
Temperatura média na época: 3-4 graus durante o dia e (-2)-0 à noite
Quantos dias passamos lá: 5 noites e 5 dias (incluindo o Reveillon)

O que você vai encontrar nesse post (se preferir, pode clicar nos assuntos pra ir mais rapidinho...rs):
Trem de Dresden pra Berlim
Acomodação em Berlim
Berlin CityTourCard
Passeio em Potsdam
Caminhada noturna: Portão de Brandemburgo, Reichstag e Avenida Unter den Linden
Caminhada noturna: aquário gigante no Radisson Blu e Torre de TV
Passeio de barco pelo Rio Spree
Palácio de Charlottenburg
Igreja Kaiser-Wilhelm
Tiergarten
Memorial aos Judeus Mortos da Europa
Potsdamer Platz
Muro de Berlim e Checkpoint Charlie
Burgermeister: comendo lanche num banheiro público badalado em Berlim
Museu Judeu em Berlim (Jewish Museum)
Placas de identificação nas ruas de Berlim...
Ostbahnhof e a antiga casa do Tiago
Visita a um bunker: um tour subterrâneo em Berlim
Bernauer Strasse
O melhor kebab de Berlim
Catedral de Berlim e Altes Museum
Museu Histórico Alemão
Reveillon em Berlim
O melhor sanduiche de Berlim e a melhor cheesecake do mundo!
Visita ao Reichstag (Parlamento Alemão)
Hauptbahnhof
Zoológico de Berlim: onde eu conheci minha melhor amiga!
Mais dicas de Berlim
Despedida de Berlim: cachaça de figo no caminho pro aeroporto


Trem de Dresden pra Berlim
Ainda em Dresden, fomos pra estação central (Hauptbahnhof) pra decidir se iríamos de ônibus ou de trem pra Berlim. De busão eu sabia que sairía por EUR 9 pra cada um, bem barato, mas não tínhamos certeza se teria vaga no próximo que saísse...de trem não teríamos problema com disponibilidade, mas, com certeza, seria mais caro... Lá na estação fomos até o ponto do ônibus que descemos na vinda de Praga e começamos a perguntar sobre os próximos ônibus que sairíam pra capital da Alemanha...resultado: todos os próximos já estavam lotados, todo mundo lá esperando com suas malas! Teríamos que arriscar esperar quase 2 horas pra saber se conseguiríamos vaga no busão... Enquanto pensávamos, fomos até uma máquina automática da Bahn (companhia que opera os trens na Alemanha) e checamos o horário e preço do próximo trem: sairía em 40 min e custaria EUR 44 o ticket familia para o fim de semana.
DICA: esse ticket familia comporta até 5 pessoas andando um fim de semana inteiro nos trens regionais por esse preço, tá?! Compensa MUITO viajar em grupo na Alemanha!!! É que a gente era só a gente mesmo...hehehehe...mas se tivesse mais um compensaria muito mais!


Mesmo saindo mais que o dobro do preço, optamos por viajar tranquilamente de trem do que ficar esperando no sufoco o próximo busão...afinal: pra viajar de ônibus nós temos o Brasil, né?! Vamos aproveitar esses trens maravilhosos daqui!!!





Chegando em Berlim, poderíamos escolher qual a melhor estação pra descer, já que o trem vai passando pelas maiores e principais estações da cidade. Vc só precisa ter uma ideia de qual é a melhor pra vc chegar até seu hotel, né? No nosso caso, foi a Alexander Platz, porque de lá poderíamos pegar uma integração do metrô e descer na estação do ladinho do nosso hotel!

[Topo]

Acomodação em Berlim
Mais uma vez usando o Trivago pra encontrar nossa acomodação, escolhemos o hotel da EasyJet (famosa companhia aérea) conhecido por seu estilo mais "budget" (baixo custo), exatamente como o Ibis Budget (antigo Formule 1) que a maioria de vcs deve ser familiarizado a ver por aí. O hotel é o EasyHotel e em Berlim sua filial é o EasyHotel Berlin Hackescher Markt, muito bem localizado por sinal! A estação mais perto era a U Rosenthaler Platz, mas com 10 minutinhos de caminhada estávamos no coração da Alexander Platz. A diária saiu por EUR 49,40 pro casal, isso porque estávamos falando do período de 28 de dezembro a 02 de janeiro, ano novo pelo caminho!
ATENÇÃO: Confesso que o quarto era um pouco mais "compacto" do que esperávamos, muito mais que o Ibis Budget em Dresden, mas como passávamos a maior parte do dia na rua, isso não foi nenhum problema... No entanto, o fato de a internet ser paga (EUR 15 pelos 5 dias, sendo que no Ibis em Dresden era liberada) e o locker ser cobrado caso quiséssemos deixar nossa bagagem lá nos decepcionou um pouquinho... Mas enfim, quem conhece a empresa aérea sabe que eles são assim mesmo, cobram até pra respirar lá dentro...hehehehe!


[Topo]

Berlin CityTourCard
Como eu citei rapidamente no tópico da ida pra Potsdam, a primeira coisa que fizemos quando saímos pras aventuras do primeiro dia em Berlim foi comprar nosso Berlin CityTourCard. Pro nosso caso, a melhor opção foi o cartão pra 5 dias com abrangência ABC, que incluía os arredores de Berlim, como Potsdam e o aeroporto Schönefeld (o aeroporto Tegel fica no centro da cidade, bem pertinho). Na época custou EUR 34,90, mas vc pode pegar informações atualizadas de tarifas, validade e abragência clicando aqui.
Além da óbvia vantagem de poder usar o transporte público ilimitadamente durante a viagem, vc ainda terá direito a descontos e/ou entrada grátis em várias atrações e tours de Berlim! Veja a lista completa clicando aqui. Vc recebe um livreto que contém mapas super úteis da cidade e os cupons de desconto que o convênio oferece. Nós usamos e abusamos dos nossos livretos, os coitadinhos estavam em frangalhos no final da nossa estadia! Total recomendo!

[Topo]

Passeio em Potsdam
Depois de uma noite de descanso, o dia seguinte foi reservado pra conhecermos a cidade de Potsdam nos arredores de Berlim, onde os antigos Reis da Prússia escolheram morar. Vc pode ler tudo sobre o passeio nos mínimos detalhes no post de Potsdam que eu já soltei...era muita coisa pra escrever aqui! rs

[Topo]

Caminhada noturna: Portão de Brandemburgo, Reichstag e Avenida Unter den Linden
Assim que voltamos de Potsdam, resolvemos dar uma primeira "voltinha" pelos principais cartões postais de Berlim só pra nos sentirmos "enfim em Berlim", sabe? rs...mas vcs sabem como são essas nossas "caminhadinhas", né?! Andamos pouco, viu....affffff!
Primeira parada, claro que foi o Portão de Brandemburgo pra podermos ver como ele fica iluminado à noite! Ele estava todo cercado de tapumes por conta da construção do palco pro show no Ano Novo, então não conseguimos chegar tãaaaaao perto dele...



Logo ali do ladinho está o Reichstag, sede do Parlamento Alemão (nós temos uma visita agendada para o primeiro dia do ano...hehehehe...vai estar mais pra frente aqui nesse post). Não pude evitar de comentar com o Tiago na ocasião que me passou uma sensação de justiça e integridade ao admirar essa construção incrível....diferente do que sinto ao olhar pro nosso Planalto Central....tsc tsc tsc


E voltando pra frente do Portão de Brandemburgo, lá fomos nós descer a avenida mais famosa de Berlim, a Avenida Paulista na versão alemã: Unter den Linden! E logo no início da caminhada encontramos uma loja imensa da Mercedez-Benz...e como dizia o lema impresso na parede: O melhor ou nada!





E ao final da Inter den Linden vc encontra mais construções incríveis, como o Deutsch Museum, a Catedral de Berlim...




[Topo]

Caminhada noturna: aquário gigante no Radisson Blu e Torre de TV
E pra fechar nossa caminhada noturna de "reconhecimento do local" (ou melhor, minha, né? Afinal, o Tiago morou aqui, poxa...rs), uma passadinha no famoso Hotel Radisson Blu de Berlim! Não...ele não é famoso por sua "função hotel"...e sim por seu aquário GIGANTE no saguão! É só entrar e admirar...é grátis! :-)




E no caminho pro hotel, uma paradinha pra admirar a Torre de TV da Alexander Platz...

[Topo]

Passeio de barco pelo Rio Spree
Saímos bem cedinho do hotel pra tentar pegar um dos primeiros passeios do dia pelo Rio Spree...acontece que, provavelmente por conta do frio tremendo, não tinha passeio nenhum acontecendo...uma pena! Pra quem for fora do inverno alemão, dê uma olhadinha nessas duas empresas que oferecem 25% de desconto pra quem tiver o Berlin CityTourCard (a primeira oferece 50% de desconto pra crianças de 6-14 anos):
-Reederei Riedel
-Stern und Kreisschiffahrt

[Topo]

Palácio de Charlottenburg
Já que o passeio pelo Rio Spree brochou, não perdemos a viagem até as bandas da estação U Mierendorffplatz e fomos conhecer outro antigo Palácio dos Reis da Prússia, dessa vez em Berlim: o Palácio de Charlottenburg. Nós não entramos no complexo, mas eu tirei uma fotinho da placa na entrada pra vcs terem uma ideia do que poderia ser visitado por lá (ainda estávamos cansados da visita a Potsdam e todos aqueles palácios...rs).






[Topo]

Igreja Kaiser-Wilhelm
Hora de partir pra ver a igreja luterana que tem parte da sua torre destruída por conta (mais uma vez, como a maioria dos monumentos europeus) da Segunda Guerra Mundial: Kaiser-Wilhelm Gedäschtniskirche. Uma nova torre foi construída ao lado da original e, uma vez dentro da igreja, vc poderá ver imagens e documentos sobre a história desse lugar.




[Topo]

Tiergarten
O Tiergarten é o nome de um dos distritos de Berlim, além de ser o maior e mais popular parque da cidade. Foi usado como local de caça pelos antigos Reis da Prússia, inclusive, a tradução desse nome significa "jardim zoológico" ou "jardim dos animais". A Coluna da Vitória é, talvez, um dos pontos mais visitados do parque. Ela foi construída em 1873 pra comemorar as vitórias dos militares da Prússia sobre a Áustria, França e Dinamarca na época. Originalmente, a coluna de 66,89 metros pertencia ao Reischtag, mas foi transferido pro Tiergarten em 1937.


[Topo]

Memorial aos Judeus Mortos da Europa
Numa das pontas do Tiergarten, na verdade na parte de trás do Portão de Brandemburgo (veja mapa), vc poderá visitar o Memorial aos Judeus Mortos da Europa, infelizmente, um dos símbolos da cidade de Berlim. Basta começar a andar pelos corredores de relevo irregular entre os blocos de concreto de diferentes alturas pra ter uma sensação de desconforto, de falta de confiança no que está fazendo, um sentimento de que algo está errado... A sensação de intranquilidade foi justamente o que o arquiteto Peter Eisenman buscou representar quando projetou o Memorial. No subsolo do monumento vc encontra o centro de informações onde encontrará o nome de todos os judeus que se tem conhecimento que foram vítimas do Holocausto.





Ao mesmo tempo, quando vc encontrar pessoas brincando de se esconder por entre os blocos de concreto (ou se vc mesmo brincar, como nós fizemos), uma espécie de "jogo" bem comum nesse lugar, toda a tensão que um lugar desses traz a tona é diluída pelo som gostoso das risadas das pessoas! E o que poderia soar como desrespeito à primeira vista, nada mais é que um jeito de mostrar que temos que conviver com os erros do passado e tentar seguir em frente...e, quem sabe, temos que tentar trazer mais momentos felizes pra esse mundo, que de coisas tristes já estamos "bem"servidos, infelizmente...


[Topo]

Potsdamer Platz
Estávamos bem pertinho de umas das mais importantes praças, se não a mais, de Berlim: Potsdamer Platz. A praça recebeu esse nome em homenagem a Potsdam e marca o ponto onde a antiga estrada passava através da muralha da cidade de Berlim até o portão de Postdam. Como quase tudo por aqui, foi drasticamente destruída durante a Segunda Guerra Mundial e abandonada durante a Guerra Fria, quando o Muro de Berlim dividiu a praça. Em compensação, após a queda do Muro a Potsdamer Platz se tornou um dos símbolos mais importantes da nova Berlim!




[Topo]

Muro de Berlim e Checkpoint Charlie
O Muro de Berlim, como a maioria de vcs deve saber, foi uma barreira física construída pela República Democrática Alemã durante a Guerra Fria para separar a Alemanha Ocidental da Alemanha Oriental. Além de dividir a cidade de Berlim ao meio, o muro representava o embate entre as duas forças dominantes no mundo pós guerra: o capitalismo, encabeçado pelos Estados Unidos, e o socialismo, liderado pela União Soviética. Andando pela capital da Alemanha vc vai se deparar váaaaarias vezes com a marca deixada pelo muro no chão, ou, em determinados pontos, com os próprios trechos originais preservados do fatídico muro...

DICA: Se vc estiver com um mapinha turístico dos bons, o muro estará traçado com uma linha em determinadas partes de Berlim, então é só escolher os lugares que vc quer encontrar os restos do muro ainda em pé e partir pra lá!





Essa primeira parte que encontramos era no local onde vc pode visitar o Centro Histórico "Topografia do Terror". Aqui vc verá o que sobrou da estrutura original que abrigava o Escritório da Polícia Secreta Nazista, onde eles mantinham seus "prisioneiros" para serem "submetidos a interrogatórios" quando fosse necessário...dá pra ter uma ideia do horror, né? E o muro ficava bem coladinho ao "escritório"...





Desse ponto vc estará praticamente ao lado de um dos portões mais famosos que permitiam a passagem de pessoas de um lado para o outro do Muro de Berlim: Checkpoint Charlie! Para saber um pouquinho mais sobre essa "passagem" famosa de Berlim, clique aqui.


[Topo]

Burgermeister: comendo lanche num banheiro público badalado em Berlim
Deu pra notar que até agora não tínhamos comido? Deu pra notar que já tínhamos andado MUITO e estávamos só com o café da manhã no estômago? Rs...pois bem, dessa vez deixamos a fome acumular de propósito! O plano hoje era ir almoçar num banheiro público famoso de Berlim....heheheheh! Isso mesmo, não estou brincando não! A lanchonete que estávamos prestes a conhecer ficou famosa na cidade por se estabelecer no local de um antigo banheiro público debaixo da ponte onde fica a estação Schlesisches Tor...é mole, ou quer mais? Bem vindos a Burgermeister!


O lanche é simplesmente MARAVILHOSOOOO! Compensa cada minuto (dos muitos) que vc vai passar em pé na fila de espera... A fila é pra acessar o caixa, onde vc vai fazer seu pedido, pagar e pegar sua senha pra esperar seu lanche ficar pronto!





Você pode comer lá dentro da "casinha" mesmo (em pé, não tem cadeira) caso queira se proteger do frio, ou pode se arriscar nas "mesinhas" do lado de fora se estiverem vazias (dêem uma olhada no estilo do "assento/encosto"):



Nós escolhemos 2 lanches Meisterburger Clássicos: dobro de carne, dobro de queijo, bacon, molho barbecue e jalapeños (pimenta que eles colocam em tudo aqui e tem um gosto muito forte, nós pedimos pra tirar)! Cada lanche era EUR 5,90! Ahn, claro...e uma porção de batata frita com queijjo (EUR 2,20)... Se é pra engordar, vamos fazer direito, né?! Hahahaha



[Topo]

Museu Judeu em Berlim (Jewish Museum)
Depois de um almoço levinho desses, deu pra imaginar a energia que a gente tinha pra seguir o nosso roteiro em Berlim, né?! Mas aqui vcs estão falando do casal "sangue-no-zóio"! Lá fomos nós pro Museu Juseu em Berlim! A entrada custou EUR 5,60 pra cada um (20% de deconto pq tínhamos o Berlin CityTourCard, lembram?) e cada audio guide era EUR 3,00!
Observação: seguimos inconformados que um lugar desse tenha nos custado EUR 5,60 enquanto pagamos EUR 11 cada um pra entrar no Atomium em Bruxelas....hehehehe


Esse lugar é simplesmente incrível...não apenas por tudo que vc aprende lá dentro sobre a cultura e as tradições desse povo, mas pela FORMA que vc vive essa experiência!

DICA: Não bastasse o fato de ter bancos dobráveis espalhados pelo museu todo (nunca entendi porque TODOS os museus do mundo não fazem isso...a gente fica cansado, poxa...), tem alguns "setores" onde é possível até deitar pra observar as coisas...seja num cantinho debaixo da escada com uma televisão particular, seja em sofás mega confortáveis com tela interativa na sua frente, ou num colchão enorme esparramado no chão onde vc pode ouvir tranquilamente seu audio guide (que é excelente por sinal)!




Entramos pensando que seria um museu basicamente dedicado a mostrar alguns dos horrores que o povo judeu sofreu durante a perseguição nazista e qual foi a nossa reação ao ver que o lugar é muuuuito mais focado em contar a linda história de vida, a cultura e as tradições desse povo tão injustiçado ao longo da sua existência! Simplesmente demais!



Claro que, bem perto do final, tem muita coisa relacionada ao período trágico da história deles, Hitler é mencionado (numa das poucas e raras menções a essa criatura aqui na Alemanha), a fuga para diversos países no mundo, a busca por justiça no período pós guerra pelas familías sobreviventes, depoimentos tristes de cortar o coração... Infelizmente, não tinha como omitir essa parte triste na história do povo judeu, mas isso não deixa a visita nem um pouco deprimente, muito pelo contrário! Eu saí de lá com vontade de conhecer tudo e mais um pouco sobre eles, queria ligar pra marcar um almoço no dia seguinte com minha amiga Lili! :-)



[Topo]

Placas de identificação nas ruas de Berlim...
Depois do dia agitado de ontem, era hora de seguir as caminhadas pela capital da Alemanha! Uma curiosidade que vimos numa calçada próxima ao nosso hotel foi essa plaquinha aí... Essas plaquinhas ficam em frente às casas onde moravam famílias judias na cidade... Elas são obras de diversos artistas que pesquisaram sobre as familias e seus tristes destinos durante os anos de perseguição nazista. Na placa tem a indicação de pra qual campo de concentração eles foram levados...

[Topo]

Ostbahnhof e a antiga casa do Tiago
Demos uma passadinha rápida pra (eu) conhecer a estação Ostbahnhof (uma das principais de Berlim, no leste da cidade) e pro Tiago matar a saudade do lugar que ele morou durante alguns meses na época do Mestrado... Isso incluía voltar ao supermercado que ele costumava comprar umas latas vermelhas de cerveja (bem baratinhas) e ver a máquina de reembolso pra cada garrafa de vidro retornada! Além de babar na promoção da Nutella...hehehehe






E a moradia estudantil "bem modesta" que ele habitou por algum tempo era essa:


[Topo]

Visita a um bunker: um tour subterrâneo em Berlim
A cidade de Berlim tem diversos bunkers espalhados por baixo da terra e abertos à visitação turística. Tem uma lenda de que o bunker usado por Hitler durante toda a guerra foi encontrado há um tempo atrás mas estava prestes a desmoronar, então acabou desaparecendo...vai saber, né?!
Com o Berlin CityTourCard tínhamos desconto pro tour na Berliner Unterwelten (somente pro Tour 3 na época, agora parece que mudou), ao lado da estação Gesundbrunnen. O ticket saiu por EUR 7,50 pra cada um. Enfim, eles oferecem 5 diferentes tours pra vc escolher conforme o foco de sua preferência:

Tour 1 - Mundo Sombrio: veja os ataques à bomba durante a Segunda Guerra através dos olhos de um civil
Tour 2 - De torres à prova de balas a montanhas de entulho: explore as ruínas devastadas de um forte da Segunda Guerra
Tour 3 - Metrôs e bunkers durante a Guerra Fria: prepare-se para uma guerra nuclear com a Alemanha Ocidental
Tour M - Por baixo do Muro de Berlim: ouça as histórias de pessoas que recorreram a túneis em busca da liberdade
Tour F - Fichtestrasse "Bunker mãe e filho": descubra 130 anos de história debaixo de um mesmo teto


DICA: O tour que pegamos (tour 3) foi SENSACIONAL, recomendo MUITO pra todo mundo! Sinceramente, eu acho que ele é o mais "revelador" pra quem se interessa pelos acontecimentos da Guerras Mundiais.... Tudo que aprendemos lá embaixo (sim, vamos láaaaa pra baixo da terra, mas nada que dê nervoso, os espaços são bem amplos) sobre sobrevivência durante uma guerra nuclear, sobre logística e planejamento....afffff...animal! Fora a revelação de que algumas estações de metrôs são bunkers até os dias de hoje, totalmente paramentadas pra uma eventual guerra nuclear que nunca aconteceu (graças a Deus)! Túneis de ventilação eram estrategicamente posicionados para permitir que ar puro (sem contaminação nuclear) entrasse na estação assim que os trens estacionassem nas plataformas e abrissem suas portas. Dessa forma, a estação que já estaria lacrada por portas pesadas pra dedéu em todos os lados (nós conferimos todas), também vedaria a entrada de inimigos pelos trilhos por os trens bloqueariam a passagem... E ainda vivenciamos os procedimentos pra encaminhar todo mundo pro bunker subterrâneo, vesti-los adequadamente e alimentar todo mundo...demais!



Infelizmente, esses tours só estão disponíveis em inglês, alemão e espanhol, nada de português. Cheque direitinho os horários do tour que vc quiser fazer pra chegar lá com um tempinho de antecedência... Fotos só no último cômodo do bunker e dentro da estação de metrô, claro! Desde então, a gente anda analisando TODAS as estações de metrôs que conhecemos....hehehehe...e não é que na Rússia vimos um monte com características de bunker? Coincidência não é, né?!

[Topo]

Bernauer Strasse
A rua Bernauerstrasse, onde fica o Memorial do Muro de Berlim, é conhecida por ter uma parte do Muro de Berlim original para visitação. Um parte dele está artisticamente representada por barras de ferro que te permitem ficar passando de um lado pro outro sem maiores dificuldades...bem diferente do tempo em que ele estava em pé...




[Topo]

O melhor kebab de Berlim
Quem já teve a oportunidade de conhecer alguma cidade europeia sabe que as birosquinhas e/ou restaurantes de comida fast-food "árabe" são beeeem comuns por aqui, isso pra não falar especificamente do Kebab: sanduíche de carne tirada do espeto que não para nunca de girar...heheheh! E salada, molho de alho e batata frita, claro! Essa preciosidade turca é mais popular ainda na Alemanha e meu marido é simplesmente APAIXONADO por kebab... Pois bem, durante o tempo que ele morou em Berlim ele frequentou quase que diariamente um kebab bem na frente de uma das saídas da estação Alexander Platz e ele mal podia se aguentar de ansiedade de me trazer pra experimentar essa joia rara... e não é que a parada é de outro planeta mesmo?! Que deliciaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!! A gente ainda inovou e pediu um que vinha até com queijo fetá (grego) e foi uma explosão de sabores....PARADA OBRIGATÓRIA!


[Topo]

Catedral de Berlim e Altes Museum
A caminho do Deutsches Historisches Museum pudemos admirar a Catedral de Berlim e o Altes Museum em plena luz do dia...e que dia lindo! O último dia do ano estava sendo mais que especial!


Nós queríamos MUITO ter tido mais tempo pra visitarmos o Altes Museum, considerado o maior e mais importante museu no mundo no campo da arte antiga da Grécia, Roma e Etrúria, mas o fator "final de ano" complicou tudo, já que as coisas fecham mais cedo no último dia do ano e fecham (ou abrem mais tarde) no dia 01 de janeiro...complicado...

[Topo]

Museu Histórico Alemão
Pra fechar 2013 com chave de ouro, escolhemos passar o resto do último dia do ano no Museu Histórico Alemão (Deutsches Historisches Museum). O ticket custou EUR 6 pra mim (que esqueci minha carteirinha de estudante no guarda volume) e EUR 4 pro Tiago que estava com a dele... O lugar é imensooooo!



Aconselho pegar um livretinho que tem em algumas bancadas na entrada dividido por períodos na história alemã. As seções do museu são divididas exatamente como está no livreto, bom pra vc decidir o que gostaria de ver com mais calma.


Nós passamos umas 4 horas lá dentro e posso dizer que não vimos "quase nada"...era muita coisa pra ver em pouco tempo! Muito legal....e tem wifi liberado! Não é pra ficar no facebook num lugar desses, né? A internet foi boa pra gente checar informações no Google! ;-)












Numa das últimas salas do museu vc pode se sentar num auditório parecido com um cinema antigo e assistir um video bem completo com um "resumo" de tudo que vc viu no museu, uma "geral" em cada época na história desse país incrível! Recomendo muito (mas se preparem pois está em alemão e com legenda em inglês!

[Topo]

Reveillon em Berlim
Depois de descansar o pé por cerca de 2 horinhas (apenas), era hora de nos prepararmos pra conhecer o Reveiilon alemão e procurar um cantinho pra entrarmos com tudo em 2014 (já estou até imaginando eu lendo isso daqui alguns váaaarios anos...vou me achar mega velha...rs)! Assim como a Avenida Paulista em São Paulo, a Praia de Copacabana no Rio, a Times Square em New York, a bagunça oficial de Berlim rola na avenida principal da cidade, se lembram da Unter den Linden? Na verdade, o palco é montado atrás do Portão de Brandemburgo, de frente pro Tiergarten, ou seja, de costas pra Unter den Linden, mas nós achamos que seríamos muuuuito malandrões se tentássemos chegar até o palco vindo por trás...então lá fomos nós e metrô pra Friedrichstrasse (no meio do caminho)... Resultado: tudo LOTADO! Impossível de andar...impossível de fazer qualquer coisa! hahahaha! Fomos empurrando até uma parte que ainda dava pra respirar e ficamos por lá mesmo, ainda mais porque, não mais que de repente, o Tiago ouviu o "lindo" hino da minha faculdade sendo cantado por um grupo e lá fomos nós nos integrar! rs...muito bom! O jeito foi esperar ao estilo lata de sardinha pelo barulho dos fogos, pq nem enxerga-los nós conseguiríamos...sinistro...






Feliz 2014 direto de Berlim!!!





E depois de alguns minutos em 2014, começamos a ver os alemães virarem "monstrinhos", vcs precisavam ver....eles soltam rojão a torto e a direito, em cima de criança, adulto ou idoso....bizarro! E o tanto de garrafa quebrada no chão? Era vidro pra todo lado... Do nada uns guardas chegaram pra nós dois e pediram alguma coisa pra gente (em alemão) fazendo gesto pra sairmos do lugar que estávamos encostados....não é que estava pegando fogo bem atrás da gente?! Tacaram fogo em Berlim!!! hehehehe! O povo é bem doido...vou te falar...tinha gente subindo em poste e sendo tirado de lá a força pela polícia... Eu só se que eu não tenho mais vergonha nenhuma de alemão que for visitar o Brasil a partir de agora...heheheh!




Pra tentar esticar a noite de fim de ano ao máximo, o Tiago quis me levar pra conhecer o bairro das baladas e bares mais alternativos de Berlim, a Warschauerstrasse. Ele sempre me falou super bem dessa região, onde vc pode ver uma Berlim mais alternativa, com aqueles grupos de diferentes "tribos" e estilos, sabe? Só que eu não aconselho ninguém a ir pra lá na virada do ano, não...heheheh! Se o povo estava doido na parte central da cidade, vcs podem imaginar o jeito que as coisas estavam no lado alternativo? O jeito foi sentarmos num barzinho pra usar o banheiro e tomar mais umas biritas (meu drink vermelho estava nojento, horrível...), dar só uma voltinha rápida e já partir pro hotel... Até um cara com arma dando tiro pro alto de "brincadeira" nós vimos, bem do nosso ladinho...ai que medoooo!




[Topo]

O melhor sanduiche de Berlim e a melhor cheesecake do mundo!
Primeiro dia do ano...temos o direito de, pela primeira vez nessa viagem de 16 dias, acordar mais tarde, né? Acordamos já na hora do almoço e não pensamos duas vezes antes de irmos pro restaurante quase ao lado do nosso hotel: Luigi Zuckermann! Só vou falar uma coisa, ou melhor, duas: o melhor sanduíche frio que já comi até hoje (Italian fetiche) e a melhor cheesecake New York DO MUNDO!!! Acho que é a coisa que mais vou ter saudade quando voltar pro Brasil....rs


[Topo]

Visita ao Reichstag (Parlamento Alemão)
O Parlamento Alemão é aberto diariamente a visitas, oferecendo inclusive visitas guiadas, sem cobrar nada, vc só precisa se cadastrar no site deles e agendar sua ida antecipadamente.

DICA: Assim que vc souber o dia que vai ter pra visitar o Reichstag já pode fazer a reserva, nunca é cedo demais...as vagas se esgotam rapidamente!

Nós deixamos essa visita como única programação pro dia 01/01/2014, pois não sabia como estaríamos com relação à ressaca, né? Hehehe... Posso falar pra vcs que vale muito a pena, o guia te explica coisas interessantíssimas sobre a construção, destruição e manutenção do Parlamento ao longo dos anos! Tudo em inglês ou alemão, infelizmente...é ruim pra quem não entende, mas fazer o que?





Pudemos entender como funcionam as votações no Parlamento no seu dia a dia e também entendemos um pouquinho melhor sobre a sua reforma e os motivos que levaram a mudar o antigo estilo pra aquele que vemos atualmente (mais um projeto do arquiteto inglês Norman Foster). Também pudemos visitar esse trecho de parede todo rabiscado em russo e entender o contexto que levou não só à pichação por parte dos russos, quanto ao fato de mantê-la à vista de todos...


Antes de entrarmos no plenário, pudemos ter uma visão do alto do salão e entender a divisão dos partidos e distribuição das cadeiras...




Por fim, mas não menos importante e interessante, a visita te dá direito a subir no domo do Reichstag e apreciar a cidade toda lá do alto, além de entender a função ecológica do domo! Não deixe de pegar o audio guide (grátis) antes de começar a subir na passarela, pois ele é integrado com o ambiente e, conforme vc for andando, ele vai te dando informações sobre o que vc está vendo lá fora...muuuuito legal! As fotos não saíram muito legal por ser à noite, mas garanto que a visão não foi nem um pouco afetada por conta disso!






[Topo]

Hauptbahnhof
Antes de ir pro hotel resolvemos dar uma passadinha com mais calma pra conferir a estrutura da Hauptbahnhof de Berlim (a estação central)... Eu já esperava que seria uma das estações mais modernas que já vi, com plataformas pra todos os lados e trens saindo pros quatro cantos do mundo, mas que tivesse um shopping exclusivo???? Rs...enorme!




[Topo]

Zoológico de Berlim: onde eu conheci minha melhor amiga!
Estava quase na hora de ir embora de Berlim, só tínhamos uma manhã por aqui antes de partirmos pro aeroporto, mas decidimos encerrar nossa passagem indo ao Zoológico alemão! Sei que é um programa um tanto quanto infantil, mas eu tenho leitores que já são mamães e papais, né?! Tenho que agradar a todos....rs! O zoo fica bem em frente à estação Zoologischer Garten e o ticket custa EUR 10 pra estudante (EUR 13,00 pra adulto e EUR 6,50 pra crianças). Apesar do frio a visita não foi tão prejudicada porque existem vários prédios/centros que abrigam os animais de uma determinada espécie durante os dias duros de inverno, pra eles não precisarem ficar nas jaulas.






E essas cabras da montanha aí? O bicho tava pegando ali...vcs não tem noção! Só sei que a multidão juntou pra ver a treta e a gente perdeu uns bons 20 minutos vendo um dar chifrada e perseguir o outro! rs



E no centro que tinha os macacos, gorilas, chimpanzés e afins, além de termos visto um chimpanzé mega invocado cheio de esposas, nos deparamos com uma gorila que nasceu simplesmente em 1957!!! Muito fofa, minha gente!




E no centro dos mamíferos tinha gente estressada....não parava de urrar que dava até medo...





Os pinguins, os "angry birds" (não sei o nome desse bichinho) e os ursos polares estavam se sentindo super confortáveis com o clima...rs





E foi então que eu criei uma amizade que vou levar pra vida toda...estávamos passeando pelo meio dos animais numa espécie de "fazendinha" (onde podíamos passar a mão em todos eles) quando meu olhar cruzou com o dela....e a partir daí....amigas para sempre! hahahahaha





[Topo]

Mais dicas de Berlim
Sei que tem mais uma porrada de coisas pra ver e fazer na capital da Alemanha, mas tem uma coisa que várias pessoas sugeriram que fizéssemos mas teremos que deixar pra uma próxima: um tour pela "Berlim Alternativa"! Esses tours a pé prometem te levar por lugares bem diferentes do que nós, turistas, geralmente somos induzidos a visitar...te mostra a cidade por trás da cidade, a veia artística das ruas e as influências culturais... Tenho CERTEZA que valeria muito a pena, mas como ficamos sabendo desse tour depois de 2 dias na cidade, já tínhamos andado muuuuito por aí e não tínhamos mais pernas pra pensar num tour tão grande desses (a duração é estimada em 3 horas)... Pra quem se interessar, dê uma olhadinha no site do Alternative Berlin Tours e se informe com relação aos horários, porque o tour é GRÁTIS (no final do passeio vc dá a gorjeta que achar justa) e sai todos os dias da Alexander Platz!

[Topo]

Despedida de Berlim: cachaça de figo no caminho pro aeroporto
Bom....tudo que é bom dura o suficiente para tornar-se inesquecível, certo? Certíssimo! Era hora de fechar as malas mais uma vez e seguir em frente...a próxima parada seria Copenhagem! Eu não podia deixar de provar a tal bebida-cachaça de figo que o Tiago seeeeempre falou que era uma delícia, então, antes de entrarmos no busão pro aeroporto (já vou explicar), compramos uma mini garrafa com conteúdo alcóolico emergencial (como diz meu irmão) e degustamos no caminho pra lá.... Muito gostosa! Recomendado! rs


Com relação à ida pro aeroporto, nosso voo sairia do Tegel (TXL), ou seja, o aeroporto mais central de Berlim, então descobrimos que tinha ônibus circulares e shuttles saindo de várias estações de metrô e trem (vc tem essa informação em qualquer mapa turístico). No nosso caso, escolhemos a mais perto de onde estávamos hospedados (a que seria mais rápido pra chegarmos de metrô) e boa! Foi só sair da estação, olhar o painel pra saber em quantos minutos passaria o próximo busão e embarcar sem medo de ser feliz! País de primeiro mundo é isso aí... Espero que tenham curtido nosso passeio pela incrível Berlim! Vejo vcs no próximo post... Vem aí, Copenhagem, a capital da Dinamarca! Até lá!


[Topo]

3 comentários:

  1. Alemanha ainda é um país ocupado por imperialistas estrangeiros, americanos, russos, ingleses, canadenses e ect. só americanos tem mais de 70 mil! É uma vergonha, pois parece que tem mais museus judeus do que alemães!

    ResponderExcluir
  2. Carteira de estudante internacional vale a pena?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre vale a pena, né?! Só fique atento se vc cumpre os outros requisitos pra apresentar carteira de estudante internacional (geralmente cada museu tem seus próprios requisitos com respeito à idade limite pra usar....tipo 28, 29 anos de idade...)! Como eu e meu marido tínhamos carteira de estudantes europeus (ambos de instituições na Irlanda), não tínhamos esse limite, pq entrávamos na regra de estudantes da comunidade europeia! Espero ter ajudado! Boa sorte lá!!! Beijão

      Excluir